Decisões e Soluções inaugura 6 novas agências e alcança os melhores resultados de sempre

Guida Sousa

A Decisões e Soluções, a maior rede de consultoria imobiliária a actuar em Portugal, apresentou no 1.º semestre de 2019 os seus melhores resultados de sempre. Além disso, a marca inaugurou 6 novas agências e continua a crescer em todas as suas áreas, com especial destaque para a mediação imobiliária e a intermediação de crédito. Na área da mediação de seguros registou um crescimento de 47% em  facturação, em comparação com igual período homólogo.

O valor médio dos imóveis vendidos foi de 120.000 euros, o valor médio dos arrendamentos foi de 587 euros. Na construção de imóveis o valor médio de cada casa adjudicada foi de 152.000 euros e no caso da mediação de obras o valor médio de cada obra adjudicada foi de 35.000 euros. Em relação à intermediação de crédito, o valor médio de cada operação de crédito à habitação foi de 108.000 euros.

A Decisões e Soluções inaugurou agências em Almada, Amarante, Abrantes, Barcelos, Carnaxide e Famalicão e, para breve, estão previstas mais 9 inaugurações.

De acordo com Guida Sousa, directora coordenadora nacional da Decisões e Soluções, “o primeiro semestre de 2019 esteve em linha com o crescimento que assistimos no ano passado, continuando a superar as nossas expectativas. O objectivo é continuarmos a crescer, em agências, colaboradores, clientes e no volume de negócios, até porque estamos a numa boa conjuntura e num bom momento económico, por isso estamos bastante confiantes”.

A Decisões e Soluções é uma rede de dimensão nacional que presta um serviço de aconselhamento personalizado e independente, a particulares e empresas, com soluções 360º para compra, venda e arrendamento de imóveis, bem como para crédito bancário, seguros, obras de remodelação e construção de imóveis.

A marca, conta atualmente com cerca de 100 agências, 1000 colaboradores e mais de 300.000 clientes distribuídos a nível nacional.

31 de Julho de 2019

Nesta notícia:
Decisões e Soluções - Abrir uma agência em Portugal
Outras notícias: