SunEnergy organiza encontro com associados

20161014_103607_001

A SunEnergy organizou um encontro com os responsáveis pela sua rede de delegações associadas. A marca portuguesa aproveitou o momento para fazer um breve balanço dos últimos meses de trabalho, visitar projectos e preparar as próximas campanhas.

Na agenda de trabalhos de 14 de Outubro estiveram as soluções de climatização que a marca oferece, em particular a campanha de aquecimento para este Inverno e ainda o autoconsumo para particulares e empresas, área de negócio em que a SunEnergy se tem destacado.

Raul Santos, director-geral da SunEnergy, aproveitou ainda para fazer um balanço do 3.º trimestre e dar a conhecer aos associados o que tem sido feito na área da comunicação e marketing.

A manhã de trabalhos encerrou com um almoço e a tarde foi aproveitada para fazer uma visita a dois importantes projectos: duas Unidades de Produção de Autoconsumo, uma com 1040 painéis fotovoltaicos na Triangle’s e outra com 451 painéis fotovoltaicos na Miranda & Irmão, empresas localizadas em Águeda.

A SunEnergy tem dado importantes passos para o seu reconhecimento no sector mas também na sua missão de ligar o país ao Sol, ajudando no cumprimento de metas europeias. Recentemente, em parceria com um conjunto de empresas e instituições de investigação europeias, a SunEnergy apresentou ainda uma candidatura ao programa Eurostars com um projecto designado “FlowPowerStorage”, que consiste no desenvolvimento de uma nova tecnologia de baterias de fluxo redox para acumulação de energia produzida a partir de painéis solares fotovoltaicos.

“Estas baterias serão ainda mais eficientes do que as baterias de iões de lítio disponíveis actualmente e o consórcio prevê lançar este novo produto no mercado europeu e no mercado português em particular até ao ano 2020, prevendo-se, no entanto, a instalação de algumas unidades-protótipo para testes no nosso país já em 2018”, explica Raul Santos.

O consórcio é formado por entidades com origem na Dinamarca (Aarhus University e Visblue), Alemanha (Fraunhofer Institute e Volterium) e Portugal (Universidade do Porto e Sunenergy).

Nesta notícia:

Logótipo SunEnergy