Kioma quer chegar às 20 lojas

Kioma_DolceVitaPortoA Kioma, primeira rede de franchising portuguesa a unir a cosmética e os perfumes de baixo custo, quer tornar o seu conceito cada vez mais forte e chegar às 20 lojas em Portugal.

A marca surgiu com o “objectivo de aliar num mesmo espaço duas áreas da beleza feminina a preços bastante competitivos”, dando assim oportunidade às mulheres de adquirirem “produtos de alta qualidade a preços low-cost, até 80% mais acessíveis em relação às marcas Premium.”

Fundada em 2009, a Kioma iniciou a expansão em franchising este ano, tendo aberto já 5 lojas. A trabalhar sempre no sentido do crescimento e da aproximação aos consumidores, a marca lançou entretanto a sua Loja Online, uma Newsletter com conteúdos exclusivos para os subscritores e o Corner Kioma, a pensar “nos espaços multimarcas” disponíveis em outras lojas do sector.

Estas apostas têm obtido grande sucesso, com divulgação em várias revistas e programas de televisão ligados à moda.

O negócio está pensado para “empreendedores dinâmicos e com algum conhecimento no mercado da cosmética, não desvalorizando a aptidão para o atendimento ao público”, mas que tenham sobretudo “vontade de crescer e capacidade de adaptação”.

Os franchisados Kioma podem optar por comercializar make up e perfumes, ficando com o conceito completo, ou então apenas os perfumes low cost. A estes modelos correspondem valores de investimento inicial diferentes, mas que não ultrapassam os 20 mil euros.

A Kioma considera que existem ainda várias zonas do País por explorar. Estabeleceu por isso como objectivo a médio prazo abrir 20 lojas em Portugal e avançar entretanto com a expansão internacional.

Nesta notícia:
Kioma