Negócios de verão

Na época de verão, certos conceitos registam uma maior procura pelos consumidores. Tal pode significar também o interesse por parte dos empreendedores. Embora não sejam negócios sazonais, porque trabalham o ano inteiro, a verdade é que esta pode ser uma boa altura para encontrar e montar um destes conceitos.

São sobretudo negócios ligados à restauração mas também aos tempos livres para crianças, ginásios ou serviços de estética e emagrecimento.

O Gofranchising encontrou alguns negócios nestas áreas, com os mais variados níveis de investimento:

A Helen Doron é pioneira no ensino de inglês a crianças e bebés a partir dos 3 meses. A marca nasceu em Israel e está espalhada um pouco por todo o mundo. Em Portugal tem actualmente 11 unidades e apresenta vários níveis de investimento, sendo que é possível tornar-se franchisado da rede a partir de 7 mil euros.

Os gelados de iogurte chegaram a Portugal no ano passado e a Iogu foi uma das primeiras marcas a apresentar-se com este conceito. Diferencia-se, entre outras razões, por os seus iogurtes gelados serem feitos com leite produzido nos Açores. O investimento inicial é de 48.600 €.

A Jumping Clay apresentou um conceito inovador na área do ensino e formação para crianças. Tendo por base uma plasticina própria com propriedades terapêuticas, a marca permite às crianças melhorar as suas capacidades ao nível da observação, concentração e até coordenação. O conceito nasceu na Coreia do Sul, tem mais de 300 unidades espalhadas pelo mundo e apresenta um investimento inicial de 15 mil euros.

A Low-Cost.Come é uma das marcas nacionais que mais têm crescido. Apresenta um conceito de padaria/pastelaria low-cost com bolos e refeições a um custo baixo, fruto das parcerias que fez com fornecedores e escolas de hotelaria. Nasceu em 2011, tem já mais de duas dezenas de lojas espalhadas pelo país e um investimento de 150 mil euros por unidade franchisada.

O sector da estética teve o seu boom há alguns anos quando várias redes, sobretudo espanholas, se lançaram em Portugal. Nasceram diversos conceitos que revolucionaram o sector porque apresentam um custo único por zona e sessão de tratamento, o que permitiu um maior acesso do consumidor a estes tratamentos. Foi assim que surgiu a Opencel com mais de 160 unidades espalhadas pela Península Ibérica. A marca apresenta um investimento inicial a custo zero, sendo que o franchisado tem apenas de suportar as despesas inicias com a abertura da loja, pagar os royalties mensais e alugar os equipamentos necessários para o negócio.

O Tappas Caffé é um negócio especializado em francesinhas, mas com a particularidade de serem feitas em forno a lenha. A marca lançou-se em franchising no ano passado e apresenta um investimento inicial de 60 mil euros. É conhecida sobretudo pelos seus restaurantes serem frequentados por várias estrelas nacionais.

Nesta lista de negócios com mais procura no verão, podem ainda incluir-se marcas ligadas ao sector de arrendamento sazonal, serviços específicos para particulares como limpezas domésticas, agências de viagens, serviços de rent-a-car e moda.