Vivafit reduz direitos de entrada

A Vivafit decidiu reduzir os seus valores de direitos de entrada e outros encargos mensais, como os royalties. A marca acredita que esta é uma boa forma de fazer face à actual conjuntura económica.

A medida prevê a redução dos royalties “de sete para três por cento da facturação no primeiro ano e para cinco por cento no segundo e seguintes” e ainda a redução dos “direitos de entrada no franchise para 2.500 euros para os franchisados actuais que queiram investir noutro espaço; 5.000 euros para gerentes Vivafit; 7.500 para comerciais e instrutoras da marca; e 9.000 euros para pessoas externas.”

Na Vivafit, até agora, os direitos de entrada eram de cerca de 15 mil euros. As novas condições representam uma redução de 40% para os novos franchisados.

Em 2012 a Vivafit já celebrou doze novos contratos, quando em igual período do ano passado havia realizado apenas seis. Este é por isso um factor que leva a Directora de Franchising, Carla Oliveira, a acreditar que “o Vivafit está de volta. Somos procurados por quem quer trabalhar a marca, sinal de que ter um Vivafit é uma aposta ganha”.

A marca tem crescido nacional e internacionalmente. O mais recente contrato Master foi celebrado para a Índia, país onde – dada a sua dimensão – a marca angariou o seu segundo Master para a zona sul daquele território.