RE/MAX abre em Cabo Verde

A RE/MAX acaba de abrir as duas primeiras unidades em Cabo Verde, escassos meses após ter anunciado o seu interesse nesse país africano. A marca imobiliária inicia assim a sua expansão num mercado onde pretende ter 5 unidades franchisadas até ao final de 2011.

Em Cabo Verde são transaccionados anualmente cerca de 5 mil imóveis, um número que interessou bastante a maior rede imobiliária mundial. Segundo comunicado da marca, “este é o mercado ponta-de-lança da RE/MAX Portugal em África onde os planos de expansão pretendem privilegiar os países de língua oficial portuguesa, em particular Angola.”

As duas primeiras agências cabo-verdianas estarão localizadas nas ilhas de Santiago e São Vicente e o enfoque do negócio estará na “venda de primeira habitação, venda de imóveis usados, venda a emigrante como investimento e arrendamento a nacionais e estrangeiros.”

A RE/MAX Portugal actua como Master Franchisado em Cabo Verde e cada novo franchisado irá investir 1500 contos cabo-verdianos, o equivalente a 15 mil Euros, em Direitos de Entrada. Com esta operação a RE/MAX Portugal prevê obter uma receita total na ordem dos 2 milhões de Euros por ano.