A nova corrida ao ouro

Os conceitos de compra e venda de ouro representam mais do que um negócio da moda. Explicamos as razões pelas quais o ouro continuará a ser uma excelente oportunidade de negócio.Em 2009 abriram em Portugal cerca de 80 lojas em franchising de compra e venda de ouro. Este sector foi, a par da estética e beleza, o que mais cresceu no último exercício. É provável que em 2010 abram portas mais de 100 unidades deste novo conceito, que consiste basicamente na compra de metais usados a particulares para posterior fundição e venda das barras a investidores ou nos mercados internacionais.

No último ano o ouro registou uma valorização de 25%. Os analistas do Goldman Sachs, um dos principais bancos de investimento norte-americanos, indicam que o ouro deverá manter-se em alta em 2010, com uma possível valorização da mesma ordem. O banco Société Générale é ainda mais optimista: segundo os seus analistas, o ouro poderá ultrapassar os 1.500 dólares/onça, o que representa uma valorização de quase 40% sobre a cotação do final de 2009.

A tendência de valorização deste metal tem a ver com uma série de factores económicos e financeiros, que não se esgotam na mera conjuntura presente. Estes dados transformam os conceitos de franchising de compra e venda de ouro numa grande oportunidade: às lojas acorrem os investidores interessados em realizar mais-valias, assim como pessoas que se desfazem das suas peças ou barras para realizar liquidez. Acresce que, na generalidade das propostas, trata-se de um negócio fácil de gerir, sem pessoal, funcionando em estabelecimentos de pequena dimensão e com investimentos iniciais que não ultrapassam os 20 mil euros.

O primeiro franchising português do sector foi a rede Valores, que iniciou a sua expansão em 2008. Seguiram-se em 2009 as redes Ourinvest e Mais Valia. Nas últimas semanas foi apresentada uma nova marca, a Stockgold. O Gofranchising.pt sabe que, nos próximos dias, será anunciada uma nova rede. Trata-se de um operador com várias agências próprias que enveredará também pela expansão sob a fórmula de franchising.